16/01/17

O CRIME COMPENSA?

É provável que três golos irregulares, em pouco mais de dez minutos, constituam recorde na história da arbitragem.
Errar é próprio do homem. Eu acrescentaria que ceder, quando se é avassaladoramente pressionado, ameaçado e intimidado, também faz parte do incontável conjunto das fraquezas humanas. Temia-se, por isso, que a gritaria dos últimos tempos tivesse consequências. Ei-las: em duas jornadas, dois pontos oferecidos ao Sporting, um ponto regalado ao FC Porto, dois pontos subtraídos ao Benfica. Era isto, e não tanto a Taça da Liga, que eles queriam.
Mas o que mais me agastou no sábado passado foi voltar a ver uma equipa a tentar jogar, e a outra a… não deixar que se jogasse.
Não falo de tácticas. Aceito um 10-0-0 como a mesma legitimidade de um qualquer 4-3-3. É futebol, e até nem foi o caso do Boavista durante a primeira parte.
Falo, sim, de uma chico-espertice saloia - tão tipicamente lusitana -, que no nosso campeonato se traduz em constantes simulações, quebras de ritmo, provocações a adversários e ao público, teatralidade nas substituições, comum à maioria das equipas que nos visitam, e que conta sempre com a complacência dos juízes.

O lugar desta gente era, obviamente, na segunda divisão. Mas o corporativismo dos agentes futebolísticos do país impede aquilo que, a meu ver, resolveria o problema: uma Liga com oito clubes, que agregasse os melhores jogadores, treinadores e árbitros, bem como, redobradas audiências e patrocínios. Muitos ficariam sem emprego, mas nós adeptos, que directa ou indirectamente lhes pagamos a todos, ficávamos com espectáculos de maior dignidade.

3 Comments:

Blogger Nau said...

Assino já!

17.1.17  
Blogger Bruno Pereira said...

Uma liga com 8 clubes não poderia ser solução (vê como na Escócia, a 10, perde o interesse). Mas creio que a solução poderia passar por algo como 12 clubes a 2 voltas + uma 2ª fase com os 6 melhores a 2 voltas outra vez. Totalizando 32 jogos onde haveria 4 SLB-FCP, SLB-SCP e SCP-FCP, ou seja, 12 jogos entre os 3 grandes. O facto de dividires em 2 voltas iria fazer com q os clubes pequenos jogassem para ganhar, de forma a conseguirem estar na 2ª fase com os grandes.

17.1.17  
Blogger LF said...

A ideia era 8 clubes a 4 voltas, 28 jornadas.
4 jogos por semana: sábado e domingo, 16.00 e 19.00

E, já agora, a Taça de Portugal com os grandes a entrarem logo na 1ª ronda, sem regras nenhumas de casa ou fora conforme o escalão, e meia-final só com uma mão.


18.1.17  

Enviar um comentário

<< Home