10/02/17

ALERTA AMARELO

Nos próximos cinco dias o Benfica tem dois compromissos de elevado grau de dificuldade, curiosamente ambos diante de conjuntos que vestem de amarelo.
Se no caso do Dortmund é fácil perceber os problemas que a nossa equipa terá de encarar, frente ao Arouca a questão coloca-se sobretudo a outros níveis.
Um Benfica no seu melhor venceria sempre o Arouca. Mas a história diz-nos que as vésperas de jogos internacionais trazem água no bico, e são alçapões onde é preciso muito cuidado para não cair.
Não é fácil abstrair os jogadores da montra profissional que têm de seguida, e concentrá-los numa partida doméstica contra um adversário do meio da tabela – que podem tender a achar se resolverá por si própria.
Nada mais errado. Esse seria o primeiro passo para perder pontos, e perder a liderança do Campeonato. Até porque o Arouca está em crescendo, com sete vitórias nos últimos doze jogos.
Independentemente de todos pretendermos uma boa prestação frente ao Dortmund, importa lembrar que o Benfica já foi duas vezes Campeão Europeu, ainda no ano passado chegou aos Quartos-de-Final da prova, e poderá voltar a fazê-lo em qualquer das próximas temporadas.
Já um Tetra-Campeonato é coisa que nunca, em mais de um século de história, conseguimos alcançar, nem será possível consegui-lo no próximo ano ou nos seguintes.
É essa, pois, a grande prioridade da nossa equipa. E nenhum jogo europeu, por mais belo que seja, por mais apetitoso que pareça, poderá desviá-la do seu foco.
Um Benfica de copo cheio manterá, esta noite, a liderança do Campeonato. Quanto à Champions, o que tiver de acontecer, acontecerá.